quinta-feira, 25 de junho de 2015

ADMIRAÇÃO

Admiro a tua sinceridade explicada
A tua existência, o amor que sente.
Assim, te sentirás, bem por nada.
Desejo também plante a semente,

Acompanhe o seu crescimento,
Saiba, de longo tempo, árvore feita.
 Desejo, igualmente, todo suprimento.
 E pelo menos, ter essa receita.

 Coloque um pouco, destes e olhe...
E diga, que isso te compete...
Todo bem, que o bem sempre colhe.
Jamais, constrangimento, que vete.

Sem te lamentar e sem te culpar.
 Desejo também que nenhum.
Sonho teu possa falhar...
Agora, doravante, por tempo algum.

Morra dos sonhos, e nasça de novo.
Como manhãs e entardeceres.
Seja uma estrela no meio do povo.
Plantes luzes,para brilhos colheres.


Nenhum comentário:

Postar um comentário