sábado, 20 de junho de 2015

AMOR NÃO TEM CORPO

Claro, obviamente, não, teu amor.
Verdade, fala alto, além da cama.
Que inspira confiança, tem valor.
Mas a vida está aí, para, quem ama.

Tampouco, temo, jamais amar alguém.
Só uma certeza, aquela, já senti...
Que agora, arrependimento, vem.
Fui cruel, e apenas eu vivi.

Amor não tem corpo, nem rosto ideal.
Tem apenas, força maior, e domina.
Ficar ao lado, sem amor, grande mal.
Quando só, esse sentimento ensina.

Siga de coração limpo, vá, pois...
Um rosto, um corpo, te espera.
Lembranças nenhuma de nós dois.
Jamais fui nada,ao pensar, que era.


Nenhum comentário:

Postar um comentário