sábado, 20 de junho de 2015

AMOR NÃO TEM CORPO

Sem corpo, teu amor veio a mim.
Apenas uma essência te decifrava.
Distanciamento longo confim.
Porém, o amor ali brotava...

E muitas vezes, sonhei olhar.
Lindos olhos, depois constatados.
Passava tempos a digitar...
Poéticos diálogos apaixonados.

E umas letras,informam tudo.
Quando sentimentos silenciam.
Compondo um diálogo mudo.
Apenas palavras enunciam...

O amor não tem corpo, porém.
Tem a essência centralizada.
Depois do segredo, a vida vem.
Colocando-nos na mesma estrada.


Nenhum comentário: