quinta-feira, 25 de junho de 2015

VIRTUAL

Teu rosto, tua voz, meus segredos.
Colocando, numa pasta de sonhos.
Dentre realidades,  nossos medos.
Vida passando, vácuos tristonhos.

 Apaixonada,maneira nova inusitada.
Contando momentos, linda imagem.
Comoção, enquanto bem soletrada.
Um sonho oculto,também miragem.

Quando sorris, com uns dedos ágeis.
Acenando um céu, todo feito de lua.
Hora, em que somos, fortes e frágeis.
Somos uma só imagem,a minha,a tua.

O tempo olhando, pela nossa janela.
Embora friamente, tende  esta porém.
Um calor imenso, morando numa tela.
Cortando  distância,achegando e vem.

Nenhum comentário: