sexta-feira, 19 de junho de 2015

COR E VOZ

Os rumores além, meus ouvidos.
Doce voz, discernindo sentidos.
Atrevida, induzida perfeição nela.
Sinfonia aportada numa janela.

Arranjo tardio, vagarosa jangada.
Desse além jaz, minuciosa entoada.
Tuas íris, feito arco, feito confronto.
Molduras bordadas, ponto por ponto.

Junção de cor e voz, comigo está.
Suave melodia, a noite, lembrará...
Página inexplicável e misteriosa.
E ás narinas, ventanias cheirosas.

Breu da noite, lindo pano de fundo.
Salpica de luzes, colore meu mundo.
E és apenas, o especial na multidão.
Atirado do olhar, alvejado coração.

Nenhum comentário: