quarta-feira, 24 de junho de 2015

DESAFIO

Tarde longínqua, pretensão , logo chegar.
O sonho realizado, novamente ascender.
Inúmeras bifurcações, tendendo desafiar.
Tolhendo talvez, também ensinando viver.

Simplesmente, firmando os passos seguros.
Caminhada
vencida, a cansativa conquista.
Quando segurança, só resumida nos muros.
Apoucada prisão, porém tapando uma vista.

Em distanciamento, quase pequeno navio.
Quando visto de perto, se tornando  imenso.
Como linha azul, num papel, fazendo o rio.
Visto quando explorado, um percurso denso.


Liberdade conquistada, força sempre condiz.
Quando apenas desfruta, jamais poderá viver.
Conquistada vitória, vem letrado um aprendiz.
Encarando o medo, aprendendo como vencer.

 Apresentado  caminho, para ser desvendado.
Apagando o sufoco,e compondo uma oração.

Assim como história, deixando um solo pisado.
Como firmados pés, sempre fincados no chão.




Nenhum comentário: