quinta-feira, 25 de junho de 2015

ENCONTRO

Palavras me faltam, emoções sobram.
Eu perpasso teu rosto, com o olhar.
Sensações, meus sentimentos cobram.
Difíceis de sentir, também de explicar...

Teu rosto, minha imagem impressa.
E me vejo refletida, em teu olhar...
Luto contra essa verdade expressa.
Que sem querer, a ti, me delatar.

Teus jeitos conhecem, já tão bem.
Meu jeito, sem jeito, desajeitado.
Uma vida inteira, nossa vida tem.
Olhos brilhando, no rosto corado.

Quando te encontro, me recebo.
De braços abertos, para beleza.
Airada emoção, sempre concebo.
Quando te vejo,do amor a certeza.


Nenhum comentário: