quinta-feira, 25 de junho de 2015

ENXURRADA DE SENTIMENTO

Tantas chuvas de lembranças acumulam,
Roçam qualquer empecilho, na vidraça.
Dentro delas, também perambulam...
Sobem, descem pensamentos, viram fumaça.

A vida sempre, uma passageira audaz.
Porém, ela só dá passagem, ao que passa.
Carregando todas as marcas, só ela faz.
Enxurrada de sentimentos, com muita graça.

Guardo para sempre, num jardim colorido.
Onde as flores, jamais murcharão...
Cada frase cativa, á música, um sustenido.
Que embala, abre as portas, da emoção.

Espero do amor uma incondicional.
Ressentimentos rolam, por enxurradas.
Assim a vida, a reparar, com bem, o mal.
Ampliação exata, passos da caminhada.


Nenhum comentário:

Postar um comentário