quinta-feira, 25 de junho de 2015

SOMOS AMOR

Estrada, numa bifurcação conhecida.
Andando nas pedras, estamos nós...
Rumo triste, sem direção oferecida.
Um lapso de sonho, entraves e sós.

À noite observando estrelas, porém,
Definição qualquer, dentro da vida.
Destinos em reviravolta, razões têm.
Porta retratos, na fotografia querida.

Os separados pela simultaneidade.
Histórias alegres, vencendo vencidos.
A mais pura coragem, para verdade.
Aqueles barcos ousados, e perdidos.

Somos amor, sozinhos nos mundos.
Unicamentes, uma eterna emoção.
Riscos racionais, tristes e profundos.
Destituindo, nossos  pobres corações.



Nenhum comentário: