terça-feira, 23 de junho de 2015

SIMPLESMENTE

Contando às estrelas, nascidas na Terra...
Enquanto nos dias, relatando uma paixão.
Chamando como bem,felicidade encerra.
Adentrando com cuidado, em teu coração.

Espalhada fragrância, imaginária calçada.
Em tua janela, repousando, como luar claro.
Enquanto as fortunas, entornando um nada.
Gratuitamente, amor inusitado, muito raro.

Pedindo licença ao mundo, esquecendo a dor.
Jogando ao vento, momentos, os incautos, até.
Recomeçando, apostando novamente no amor.
Acreditando nas estrelas, em teu olhar botar fé.

Assim podendo, tocar tuas mãos seletivas.
Perpassando tua leve, e sensual discrição.
Cobrindo com palavras, mais expressivas.
Tentando desvendar, esse imenso coração.

Cantando, como vento, enlevando o amor..
Embalando, os lindos sonhos, docemente.
Encantamento mais puro, esculpido valor.
Pondo em tuas mãos, o amor simplesmente.



Nenhum comentário: