quarta-feira, 17 de junho de 2015

VERDADE INEBRIANTE

Sois o Senhor, sempre,a me brindar.
Com o mais fino, e recorrente bem.
Mudança, que em minha vida, intervém.
Sem que eu entenda, vens me amparar.

Perdoai minhas fraquezas, quando.
Esqueço, vossa presença nos semelhantes.
Meus desvios, tristes, desconcertantes.
Só em vós, a consolação,retornando.

Vossos desígnios, as brisas da alma.
            Harmonia, que me permeia, e protege.
Luz, que minha existência rege.
Minha humana aflição, vossa divina calma.

Agradeço Pai, pois sois o leniente.
À vontade de ser, cada dia mais perfeita.
Respaldais meus limites, ampliai a receita.
E no coração, vossa bondade presente.

Vós pondes vida plena, em meus dias.
Mesmo que ao mundo distante.
Tendes a verdade inebriante.

Que me inspirais, em crença e alegrias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário