quarta-feira, 1 de julho de 2015

ENGANO_RONDEL

A pergunta que não fiz, apenas.
Ficará como meu segredo...
Minhas noites, puras, serenas.
Sufocando meus tolos medos.

Contudo, replicar, as pequenas.
Quando, confere ausente enredo.
A pergunta que não fiz, apenas.
Ficará como meu segredo...

Apagando validas cenas...
Contiveram desde tão cedo.
Necessidades muito plenas.
De bloqueio, de engano ledo.


A pergunta que não fiz, apenas.

Nenhum comentário: