quarta-feira, 1 de julho de 2015

ENGANOS E NADA MAIS

Quantos enganos, eu quis viver.
Enganos e nada mais.
Triste razão de ser,
Enganando, por onde vais.

Quanto sofrimento escolhi.
De livre espontânea vontade.
Enganada tanto sofri...
Querendo, a tal da verdade.

Porém ,por culpa minha.
Que tentou ,fazer desse amor.
Uma história redondinha.
Cercada de muito valor.

Quando de sofrimento.
Vi-me inteira cercada.
Quanto arrependimento.
Sofrer tanto por nada.



 

Nenhum comentário:

Postar um comentário