sábado, 18 de julho de 2015

JOGO


Computado em jogo, um perdedor.
Atinada consciência, antes de jogar.
Acuidade abordada, ao jogo de amor...
Quando no fim, alguém pode sangrar.

O coração, nunca entende, e edita.
Jogada implacável  para ganhar...
Jogo de amor, uma palavra bonita.
Irreverente,contudo faz acreditar.

Amor, simples jogo estrangeiro.
Esporadicamente,a pessoa certa.
O coração,recolhido primeiro...
Porém a razão,este nunca liberta.

Razão tem razão, porém permanece.
Prisioneira efetiva em totalidade...
Jogo de amor,retardada aparece.
Enquanto amor, morrer de saudade.


Nenhum comentário: