quarta-feira, 1 de julho de 2015

JUSTIÇA

Deus da justiça vide os oprimidos, libertai-os.
Aliviando-os, pois sedes observador do bem.
Vinde em auxílio, dos que necessitam, curai-os.
Das doenças do corpo, e da alma também.

Senhor, nós vos louvamos, pois sois absolutos.
Em todas as grandezas, que vos retratam...
Aos atribulados, aos aflitos, socorros impolutos.
Quando se achegais,cruéis amarras se desatam.

Pois em abundância, alimentais vossa messe.
E com cuidado e complacência os conduzis...
Nenhuma alma, ante vosso fulgor perece.
Elevada de proteção se ergue feliz...

Vossa presença, visitando o vosso Universo.
Iluminando cidades, povos, nações...
Grandes, pequenos, desgarrados, dispersos.
Ante vosso poder, comungam compreensões.

Iluminai o corações dos fracos em fé, opressores.
Que longe de vossa luz, vos desconhecem.
Sois o acolhimento, o alívio aos sofredores...
Luzes divinas, seleta de bênçãos, sobre nós descem.

Deus da justiça, que jamais nos alienemos.
Ante desamor injusto, que vos desagrada.
Á voz, que irmana veracidade nos emprestemos.
Que em glórias eternas, se faça louvada.



 

Nenhum comentário:

Postar um comentário