quarta-feira, 1 de julho de 2015

VIDA INTEIRA_RONDEL

Quando te encontrei, foi emoção.
Que supus, para vida inteira.
Como dádiva, o coração.
Tão sofrido, desta maneira.

Deste início, plena afeição.
Franqueza, de minha maneira.
Quando te encontrei, foi emoção.
Que supus, para vida inteira.

Porém, fostes leve canção.
Doce, cativante, brejeira.
Amor não computa ilusão...
Acaso, paixão corriqueira.
Quando te encontrei, foi emoção.


 

Nenhum comentário: