quarta-feira, 1 de julho de 2015

PRIMAZIA

 Senhor Deus, quão penhorada, sou.
Deparada a tudo, que a vida contém.
Eterna felicidade, embasada no bem.
Unicamente, crendo em vós, agraciou.

Também, ainda, lapso dos motivos.
Sempre, no intento, de me reerguer.
Incondicional amor, sentidos ativos.
Sentindo vossa força, me abastecer.

Contudo assim, meu Pai, vos tenho.
Enquanto uma fé me faz companhia.
Quando vos rogando, assim mantenho.
Minha vivência, em vossa primazia.

Tendes assim, controle, puro exato.
Inúmeros átomos, toda constituição.
Paraíso terrestres, vidas consolidarão.
Em vossos vestígios, tão verídico fato.


Nenhum comentário: