quarta-feira, 1 de julho de 2015

TU E EU

Tu és minha criação.
Um vício de meu feito.
Traz na alma aleijão.
Pouco porte e defeito.

Eu sou sempre aquela.
Que alisa tua estima.
Enfeita tua janela.
Com as flores da rima.

Porém,um caso á parte.
Um circuito de emoção
Eu amo mesmo a arte.
Porém tu,só ilusão.

Que se perde no caminho.
Entre o mal e o pior.
É um triste espezinho.
Procurando ser melhor.


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário