sexta-feira, 18 de setembro de 2015

ETERNIDADE

Pai nosso, caminho do céu, Pai!
Que entendendo todas limitações...
A ouvir vozes terrenas, evoluções.
Promessa eterna, a cada um que vai.

Infinito pleno, onde só felicidade.
Ecoará, ressoará, almas benditas, pois.
Consolai, assim, os seguidores, Pai, sois.
Eternidade, única e infalível verdade.

Recebei em delícias perenes, Pai.
Vossos filhos, ao vosso encontro vão.
Redimi-os Pai, benevolente perdão.
Em paz com vossos anjos, os amparai.

Curai o cansaço, aos limites incididos.
A quem ao Céu, da Terra inclinam...
Bênçãos benfazejas se descortinam.
Receber, glorificar,vossos protegidos.

Santificado, seja vosso nome, Senhor!
Em dimensão, paira conformidade.
Assim, sempre feita infinita vontade.
Acesso, em condição, de vosso penhor.


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário