segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

TRIVIAL

A felicidade, nós vivemos buscando.
E esta resvala, nos toca, distraídos.
Ás vezes, simplesmente sonhando...
Tão felizes, porém despercebidos.

Sempre algo mais, algo diferente.
Sem saber, no entanto, o essencial.
A felicidade, que tão simplesmente.
Sempre se esconde, dentro do trivial.

Se pudéssemos, entender, bom seria.
Mas, pairamos sempre, em insatisfação.
Repetidamente, ao longo do dia...
Sonhamos apenas, com mera ilusão.

Ilusão de sermos, o que não somos.
Angariarmos as estrelas, da imensidão.
Mas, simplesmente, só pomos...
Entulhos de capricho,dentro do coração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário