quarta-feira, 9 de março de 2016

SENHORA DAS NUVENS

Como as nuvens esbranquiçadas.
Compondo um céu bem ornado.
Uma orquestra, notas delicadas.
Descendo mansa, sobre o cerrado.

Ave Maria, cheia de graça...
Mulher, que ás flores conferida.
Alva cachoeira ,doce taça.
Pairando leve, harmonia distribuída.

Difundida em nossos corações.
Que socorreis, assim recorrente.
Em alegria, turbulentas aflições.
Ave Maria, eternamente!

Simplicidade, afeição tamanha.
 A perfeição de luz regada...
Cachoeira, roçando a montanha.
Aragem estelar da madrugada.
                                                                              
Quando os sentimentos tocados.
Vossa presença experimentada.
 A felicidade, tempos contados.
Assim a alma,bem aventurada.



Nenhum comentário: