quinta-feira, 14 de abril de 2016

UMA PAUSA

Abonada impressão, notas afinadas.
Presente aéreo,nas músicas tocadas.
Trazendo encalçada, uma simetria...
Voejando saudade,vaporosa melodia.

Dedilhando palavras, e pensamentos.
Prendida na pauta, mas solta aos ventos.
Música espalhando, carinho ao ouvido.
Rosto focado, um enlevado sentido...

Um gosto compartilhado, uma memória.
Fenecendo o dia, como parte da história.
Inspiração, criando ponto em comum.
Encantando a rua,esboçado cartum.

Um piano solitário, quando entardece.
Dedilhados perfeitos, feito uma prece.
Minha rua em sonora poluição...
Requisitando,uma pausa,para canção.


Nenhum comentário: