segunda-feira, 11 de julho de 2016

SEMENTE

Antes que o dia,nos diga também.
Onde o sonho está nos conduzindo.
Como vento, sempre chega partindo.
Ignora aonde vai segreda, de onde vem.

As palavras que usamos no retoque.
Jamais nos deixam, em adequada situação.
Como flores lívidas, de uma estação.
Despetaladas, mas dando um enfoque.

Onde se espalharão sementes novas.
Perpetuando como a lei da razão...
Partindo do princípio da perpetuação.
Sempre mantendo, o segredo da cova.

Antes que o sol se ponha lentamente.
Acenando ao dia, que vira a esquina.
Concretizando as bases da rotina...
Assim também, adormecemos semente.



Nenhum comentário:

Postar um comentário