sexta-feira, 5 de agosto de 2016

ALTERNÂNCIA

Quando, os motivos iguais.
Têm respostas em alternâncias.
Feito límpidos vitrais...
Diferentes, em protuberâncias.

Quando, os motivos diferentes.
Porém respostas, soam iguais.
Tantas notícias pendentes.
De uma verdade, e nada mais.

Como consentimento atribuído.
Ao inconsciente,um tal vício.
Considerando, nada proibido.
Apenas, subentendido o indício.

O tempo, talvez tenha, até.
Levado, uma pura certeza.
Que tão carecida de fé...
Põe em demanda, a tal proeza.

Nenhum comentário: