sábado, 21 de janeiro de 2017

CERTEZAS

Em cada esquina do pensamento.
Perambula uma tímida ilustração.
Tomando ciência, a todo o momento.
Inclinado declive, depois ascensão.

Em cada sentimento expressado
Permanece o sonho, confabulando.
Quando adeus, regresso sonhado.
Advento, sempre chega voltando.

Em cada sonho, a possibilidade.
Para depois, um alegre acordar.
Aleivosia, julgada em verdade.
Vindo também, reincidida abancar.

Em cada palavra, um pensamento.
Que vai e volta uma procura do ser.
Certeza da vida, aquele momento.
Quando abre e fecha nascer e morrer.


Nenhum comentário:

Postar um comentário