terça-feira, 10 de janeiro de 2017

ENQUANTO

Enquanto esperança, o vento passa.
Vozerio estiloso, vai espalhando...
E desertada, sou parte da massa.
Que com os dias, vai caminhando.

Porém, jamais olvidada lembrança.
Mesmo sendo, aquele instante...
Pensamento jogado, ao vento alcança.
Insuflando alegrias, em meu semblante.

Impelindo levemente, a disposição.
Sorrisos precários, também aparecem.
Enquanto vivendo, mera suposição...
Muita felicidade, ao sonho acresce.

Podendo enquanto, e como recomeço.
Compor os meus dias, alegremente.
Uma paz pronunciada, ao novo endereço.
Preenchendo-me vida, completamente.


Nenhum comentário: