terça-feira, 10 de janeiro de 2017

CONTRÁRIO SENTIDO

Locução prosaica dando passagem.
E simplesmente, arredada pelo vão.
Beleza arcaica, em plena viagem.
Renascendo expressa, da explosão.

A rua emana, teu cheiro familiar.
Que deixa um bem, subentendido.
Querendo reprise, só para explicar.
Como seguir, em contrário sentido.

Quando entender, bem da esperança.
E assentar, resgatando uma crença.
Jovialidade, doutrinada criança.
Íntegra e pulcra, legada nascença.


Uma chuva molha, mas permite secar.
Um tanto de coisas, já bem lavadas.
Como brilho da estrela, olhando o mar.
Belezas explícitas,bem confeccionadas.

Eu sou teu caminho, portanto siga.
Passos errados, também os certeiros.
Quando te busco, palavra amiga.
Meu coração, sempre chega primeiro.

Palavras que nascem dentro da voz.
A me convencer, como eternas leituras.
Um tempo esvoaçando, um bem veloz.
Explicada parecença, entre criaturas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário