segunda-feira, 20 de março de 2017

ABORDAGEM

Externado legado,num tempo só.
Tentando roubar,a minha alegria.
Unindo assim,e cegando um nó.
Estreitada então,uma harmonia.

Fintando sempre,a voraz ventania.
Transparecendo,o combate mortal.
Impressão grosseira, uma invernia.
Quando friamente,um longitudinal.

Vagando simplesmente, como nada.
Assentando um toque,bem devagar.
Uma ansiedade,correndo apressada.
Contudo o desânimo, vem intercalar.

Aos poucos,vem muito acanhada.
Sempre ao meu lado,procura deitar.
Insinuando quem, jamais desagrada.
Com o dorido jeito, de me abordar.

Contudo a ninguém, dizendo nada.
Esperando apenas,o tempo escorrer.
Abordando então, como temporada.
Porém jamais, conseguindo vencer.



Nenhum comentário: