quarta-feira, 29 de março de 2017

PARA SEMPRE

Estarei te pedindo perdão.
Pelas palavras,não proferidas.
Ausência insípida daquele não.
Que mudaria as nossas vidas.

Toda vez,que sofri,porém.
Mais forte gritou o amor.
E a felicidade,sempre também.
Sobrepõe ao momento de dor.

Então,á solidão,tu nada dizes.
Pois,se contigo,em sintonia.
A distância nos fez aprendizes.
Ao que a vida nos envia.

Para sempre,seremos apenas.
O amor,por isso deu certo.
E entre lembranças amenas.
Nos guardamos,assim por perto.

Longe de ser  avassaladora paixão.
O amor doutrina sua norma.
E no balanço do coração.
Duas vida em uma,este forma.


Nenhum comentário:

Postar um comentário