domingo, 13 de agosto de 2017

TALVEZ,EU SEJA

Prefiro falar das flores, por que a primavera.
Traz uma espécie de sobressalto no ar...
Comoção esta, que nem sei, direito explicar.
Quando,como um sonho adormecido, recupera.

Também preparam doces frutos, algumas flores.
Atraindo a polinização, para o perpetuamento.
Explicando assim,há certa hora, o momento...
Impregnando no ar, de deliciosos olores.

Talvez, eu seja uma sonhadora, quando.
Existem tantas coisas tristes acontecendo.
Porém, prefiro olhar melhor,entendendo.
Quando toda beleza, está se materializando.

As flores,tiram o fôlego,me fazem parar.
Completamente,embriagada de encanto.
Lembrando Deus,um anjo,um santo.
Em franca empreitada, de desabrolhar.

Eu queria entardecer entre as flores.
E dormir tranquila sobre o perdão.
Ouvindo a voz tranquila de meu coração.

Dizendo, que apenas, pereceu de amores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário