sábado, 16 de junho de 2018

PUERIL

Onde fostes buscar acolhimento?
Tombando despetalada ao chão.
Tendo um anjo como salvamento.
Aos braços céu, conduzida, então.

Brotou nova estrela á constelação.
Para sempre rumando, a linda flor.
Quando unicamente a consolação.
 Restando céu, como seu cuidador.

Pétalas de flores lindas mimosas.
Germinando e carecendo crescer.
Porém, um anjo de asas cor rosa
Amparando linda flor a desfalecer.

Florinha partindo livremente serena.
Deixando apenas,seu pulcro recado.
Tal uma mensageira, linda, pequena.
Astro miúdo,da vidraça arremessado.

Nenhum comentário: