sábado, 20 de junho de 2015

ATENUADO

Um olhar atenuado,e longamente estendido.
Deixando um tempo avizinhar, tão distraído.
Perpassando os quilômetros,cortando o mar.
Encantada simplesmente,também a observar.

Deixando apaixonadamente,a quietude falar.
Expondo as exclamações,entretanto devagar.
Um voo rasante, cortando levemente, as ondas.
Contendo ás asas, os recados,por onde rondas.

Esquivando a distância,incorrido pensamento.
Revivendo algumas lembranças,no momento.
Assim,as horas incontidas,revesam passagem.
Desmembrando os momentos,eterna viagem.

E quando anoitece,a certeza incólume visita.
Expressando apenas,uma passagem já finita.
Recorrente dia clareando,o olhar adormecido.
E convidando novamente,ao posterior ocorrido.


Nenhum comentário: