quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

CANÇÕES

As estrelas no céu imitam amores.
Inspiram canções a se repetirem.
Como o teu olhar,lindos refletores.
Vazantes de brilho á expandirem

Quando em estrelas, expões recados
Ordenas saudade, olhar para cima.
.Borrifas com lume,colocas brocados,
Uma constelação, em verso e rima.

Cai uma estrela,em teu caminho.
Alocando neste, minha saudade.
Tua lembrança em redemoinho.
Mitigando as luzes, da felicidade.

Quando chove saudade,desse olhar.
Lágrima jorra,tais quais brilhantes.
Longínqua esperança a ressuscitar.
Captadas as canções equidistantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário