quarta-feira, 4 de julho de 2018

ESPELHADA

Quando do reflexo desse espelho, em viés.
Sem  ausentado  brilho, o olhar embaçado.
As nuances diferentes, tão liberto como és.
Carregando a vida,   com extremo cuidado.

Anseios refletindo, outros mistérios contêm.
Imagens, as miragens,  lindo sonho aderiu.
Mensagem saltando, iluminada  janela vem.
O ponto para sonhar, de onde sonho partiu.

Tristemente da presença, roubados somos.
Enlevando uma  paz ,com palavras eleitas.
Silenciando numa noite, repousando como.
Jazesse aprovando , comprovadas receitas.

Eterna aprendizagem, insinuando ser feliz.
Tocando  felicidade, na ausentada fantasia.
Leveza resvalando, numa alma por um triz.
Nossa noite espelhada, na eterna maestria.

Nenhum comentário: