sábado, 20 de junho de 2015

INDECIFRÁVEIS


Indecifráveis ,nossos momentos.
Lavando sempre o meu coração.
Colocando livres discernimentos.
Tão indecifráveis, quanto em vão.

Ás vezes, pressinto tolices tantas.
Contudo depois, arrependimentos.
Palavras morrendo nas gargantas.
Melhores jeitos, jogadas aos ventos.

Assim, magoada comigo mesma.
Estragado dia escoando num vão..
Termos,indecifráveis,lotada resma.
Jamais checando, uma conclusão.

Ninguém nos magoa tanto mais.
Enquanto nossas palavras tontas.
Quando as libertamos essas tais.
Pondo nossas angústias prontas.

Nenhum comentário: