quarta-feira, 24 de junho de 2015

MATIZES


Caminhando com o tempo, doce monotonia.
Acordando, uma imagem, teus olhos felizes.
Incorporando  sonhos, como a minha alegria.
Amor eclodindo, corolorindo lindos matrizes.

Composto  sonho, um despreocupado sono.
Então, sonhando acordados,nos deixa bem.
Doravante recusemos, de sonhar abandono.
Nossas vidas,comumente, um sonho contêm.

Feitos como, perfeitos cofres, muito seguros.
Pois da senha, jamais desvendados segredos.
Capturando esperança,nos sonhos tão puros.
Escondidos, assim,como simples brinquedos.

Crepúsculo então jaz,sendo muito aprazível.
Contudo, um constante prazo,cabe também.
Passagem, comboio leve,e também dirigível.
Direcionada viagem, acordados nos mantêm.

Nenhum comentário: