quinta-feira, 18 de junho de 2015

QUANDO TUDO PASSAR[PARA MARCO SALLES]

Eu tenho voz, tenho coração.
Tenho um corpo salutar, também.
Apenas, um desvio de emoção.
E o dia cinza não cai bem...

Agora, posso entender, perfeito.
Porém, depois posso esquecer.
Uma tristeza, um triste desfeito.
Quando nem o sol, faz amanhecer.

Quando vou ao telefone, e digo.
Alô sou eu, pois, hoje posso sorrir.
Agora sim, tudo vai bem comigo.
Minha alma, não quis fugir.

Portanto, quando tudo passar.
Em algum lugar eu ficarei...
Lembra-se quem quiser lembrar.
Porém, só lembranças,eu viverei.


Nenhum comentário:

Postar um comentário