sábado, 18 de julho de 2015

FÁCIL


Teu jeito eficaz, pura aleivosia.
Achou fácil, vim me explicar.
Supondo que eu, entenderia.
Jeito petulante e tão vulgar.
 
Pois, fique sabendo, então.
O que sinto em ti, doravante...
Tuas mentiras saem pelo vão.
Vives em sufoco, mirabolante.
 
A amargura que conquistastes.
A revelia de tuas ações...
Aos meus sentimentos ignorastes.
Jamais falharam, minhas suposições.
 
Esqueça de vez, fácil assim.
Jamais te aproximes, seja feliz.
Quanto á traição, quanto a mim.
Jamais perdi, se nada te fiz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário