domingo, 11 de outubro de 2015

O PRESENTE

Há um presente se desembrulhando.
Com um sol ascendendo, no horizonte.
A passarada, lá no campo festejando.
Águas cristalinas, jorrando da fonte.

Há uma promessa, que se renova.
Um jeito novo, de se consertar...
É a vida, sorrindo, pondo á prova.
Insinuando sempre, um recomeçar.

Há vestígios, que falam de amor.
Reinventados, a cada amanhecer.
Aquele botão, agora linda flor.
Ornamentando, o jardim do viver.

Há uma, lágrima que virou riso.
Acenando, para a felicidade.
O novo dia, simulado paraíso.
Disposto a cumprir, tua vontade.



Nenhum comentário:

Postar um comentário