sábado, 5 de março de 2016

AMBÍGUO

Juntamente, meu coração e razão.
Compreendendo, a tal conclusão.
Coração impulsionando a frente.
Calma razão, remissiva á mente.

Um veredito,  dado de antemão.
Minha alma permanece, coração.
Quando interpelação,e prudente.
Tendo a razão, razão comumente.

Ambíguo veredito, ilustrado terno.
Como tecer, a coberta no inverno.
Aludir  ventanias, escrever verões.
Ajeitar a letra, para muitas canções.

Ambíguo veredito,multidões minhas.
Mudando as sentenças,dentre  linhas.
Entendimento próprio,para cada um.
Ambíguo veredito, sem motivo algum.



Nenhum comentário: