quarta-feira, 18 de maio de 2016

RECOMEÇO

Sempre, um maternal traço.
Mesmo, sem ter dado a luz...
Embalar a criança ao braço.
Como Ela embalou Jesus.

 Mãe, de uma boneca qualquer.
                    Um sonho feliz, acalentado...                 
Como assim, o tem toda mulher.
Ao assumir, o mais doce legado.

Provando enfim,a vida continua.
Postando alguém ao mundo.
 Mulher, assim como a lua...
Ninando a Terra,em sono profundo.

Vestida de sol, luzidia coragem.
                             Para abraçar, delegando luz.                            
Dando início á uma viagem.
Recomeço enfim, à vida produz.

Uma onda abraçada ao mar.
Ou uma santa quando evapora...
Um legado, eternamente rezar.
Também recomeço, ao ir embora.

Nenhum comentário: