segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

MELINDROSAS

Entardecidas as flores silvestres.
Quanto ao encanto, uma alusão...
Ocasionando, melindres campestres.
Esse complexo, um lindo refrão.

Caem tardes melindrosas, assim.
Tombando simplesmente, devagar.
Cores e diferenças, dirigidas enfim.
Tão levemente, vêm sempre tocar.

Calmo e insinuante apontamento.
Voltado  a vida, soa encanto.
Coração apertado, tal sentimento.
Exposta beleza, motivo santo.

Literalmente, como temporada.
Cumprindo um ciclo devagar.
Onda tão ligeira, quanto acanhada.
A vida pulsando, em algum lugar.

Condição inseparável, á poesia.
Amiga sincera, quando requisita.
Explicada beleza á revelia...
Uma condição,á palavra bendita.

E a afeição, se volta promissora.
Cumprindo um legado peculiar.
Quando a vida, uma intercessora.
Em tarde serena,vem repousar.

Nenhum comentário: